Viagem aos Picos da Europa - Astúrias e Cantábria

Entidade Organizadora

Associação Humanitária Cultural e Recreativa Beselguense

Data do Evento
1 a 3 de maio de 2015

Local
Beselga – Penedono

Pela primeira vez, este ano, a Associação Beselguense irá realizar duas viagens. A 1ª será dias 1, 2 e 3 de maio de 2015 e a 2ª viagem será em julho.
A viagem de maio será ao norte de Espanha, concretamente aos Picos da Europa, região montanhosa compreendida entre as Astúrias e a Cantábria. Para além da beleza desta região, destaca-se a visita ao Santuário de Covadonga, onde no século IX, Pelágio iniciou a reconquista cristã aos Mouros na Península Ibérica. Serão três dias durante os quais poderemos conhecer as Astúrias e a Cantábria, visitando alguns dos locais mais emblemáticos.
Neste momento ainda temos alguns lugares disponíveis, para quem quiser juntar-se a nós em mais uma das nossas viagens.
 
Preço da Viagem – 240 euros por pessoa, em quarto duplo.
 
Contactos
Luís Figueiredo I 962347552 
Eugénio Proença I 966663452

1.º Dia – 1 de Maio - 6ª feira – Beselga / Covadonga / Gijón

06H00 – Partida da Beselga em autocarro de turismo passando por Bragança e Puebla de Sanabria, breve visita. Paragem para almoço na zona de León. Após o almoço, continuação da viagem por Riano, conhecido centro turístico rodeado de serras. Continuação pelo Desfiladeiro de los Beyos e chegada a Covadonga, onde se visitará o famoso Santuário e a Basílica neo-românica. Passagem por Cangas de Onis e chegada a Gijón. Gijón é a maior cidade das Astúrias, muito destruída na Guerra Civil e que possui uma longa praia arenosa bastante popular no Verão.
Jantar e alojamento no hotel Silken Ciudad de Gijón 4****.

2.º Dia – 2 de Maio - sábado – Gijón / Villaviciosa / Santillana del Mar / Grutas de Altamira / Santander

Pequeno-almoço no hotel. Saída de Gijón em direção a Villaviciosa para visita à Sidreria “El Gaitero”. “El Gaitero” nasce de uma das adegas centenárias asturianas com mais tradição em que o visitante pode ter uma experiência única e aprofundar os segredos do sabor das Astúrias, a cidra. Continuação da viagem com paragem para almoço em Santillana del Mar. Da parte da tarde, visita ao museu das Grutas de Altamira. Situada junto à localidade de Santillana del Mar, na província da Cantábria, a Gruta de Altamira ocupa um lugar de destaque na arte parietal paleolítica dos finais do Pleistocénico Superior. Desde logo, pelas circunstâncias da sua descoberta e pela enorme polémica que a mesma gerou nos meios científicos da época. No final da visita, continuação da viagem até Santander, capital da província da Cantábria.
Jantar e alojamento no Hotel Silken Rio 4****.

3.º Dia – 3 de Maio - domingo – Santander / León / Beselga

Pequeno-almoço no hotel. Saída de Santander, passagem pelo Desfiladeiro de la Hermida e visita a Potes e Riano. Almoço em León e visita da cidade. Após o almoço continuação da viagem de regresso à Beselga.

Preço Inclui

• Viagem em autocarro de turismo;
• 3 Almoços incluindo bebidas;
• 2 Noites em hotéis 4**** ;
• 2 Pequenos-almoços buffet quentes;
• 2 Jantares nos hotéis incluindo bebidas;
• Seguro básico de viagem;
• Visita à Sidreria “El Gaitero” com prova;
• Visita ao Museu das Grutas de Altamira.

Inscrições 
As inscrições feitas online (www.associacaobeselguense.pt).
 
 
Data limite para inscrições: 
- As inscrições decorrerão até dia 2 de novembro de 2020, estando limitadas a 650 participantes (serão atribuídos os frontais mediante a recepção do comprovativo de pagamento). Quem tiver a inscrição regularizada nesta data terá direito a frontal personalizado com o nome.
- Não serão aceites inscrições de última hora para BTTistas ou para almoços dos acompanhantes.

O preenchimento do Formulário que a seguir se apresenta é da exclusiva responsabilidade do participante.

Alertamos que em caso de preenchimento incompleto ou incorreto poderá comprometer-se o normal desenrolar da prova, nomeadamente no que diz respeito ao Seguro de Acidentes Pessoais.

Por favor, confira os seus dados antes de submeter a sua inscrição!

    (*) Nota: Os atletas federados uma vez que já possuem seguro pagam menos 1€

    Acompanhantes para o almoço:

    O preço por acompanhante para o almoço com idade entre os 6 e os 10 anos é de 8€. Com idade superior a 10 anos é 10€.

    As crianças até aos 6 anos não pagam mas a inscrição é obrigatória.

    Com idade até aos 6 anos:
    Com idade entre os 6 e os 10 anos:
    Com idade superior a 10 anos:

    Preenchimento obrigatório caso não se aplique coloque 0.

    Observações:

    Campos Obrigatórios (*)
    Irá receber uma cópia deste email na sua caixa de correio eletrónico

    Ao aceitar as condições de inscrição, confirmo que reúno todas as condições necessárias à prática desportiva e que li e concordo com o Regulamento da prova.

    Inscrições limitadas a 650 participantes (serão atribuídos os frontais mediante o pagamento).

    Deverá escolher uma opção:

    SimNão Autorizo que utilizem os meus dados para futuros contactos.

    Desejo subscrever o meu email na vossa base de dados para receber futuras informações comerciais.

    Aceito as políticas de privacidade

    Viagem aos Picos da Europa – Astúrias e Cantábria
     
    Mais outra viagem que a Associação Beselguense organizou. Desta vez o destino foi o norte de Espanha. Aproveitando o feriado do 1.º de maio, dia do trabalhador, (sexta-feira) rumámos às Astúrias e Cantábria, dias 1,2 e 3 de maio para um fim-de-semana prolongado.
     
    1.º Dia
    Reunidos os 50 participantes, partimos para norte em direção a Bragança. Nesta cidade, a primeira paragem para o tradicional “cafezinho” matinal. Pela Serra de Montesinho entrámos em Espanha e logo adiante chegámos a Puebla de Sanabria, terra pitoresca com a sua parte velha bem conservada. Visitada a povoação e tiradas umas fotos, seguimos rumo a Riaño. Esta povoação recentemente construída, espraia-se junto à sua imensa barragem e apresenta-se como “porta de entrada” para os célebres Picos da Europa que dali se avistam mais as suas magníficas paisagens.
     
    Depois de um excelente almoço, prosseguimos viagem através do Desfiladeiro de los Beyos. Íngremes ravinas, tortuosa estrada, lenta viagem mas extraordinárias paisagens e inesquecíveis momentos. Quase que suspensos, olhávamos para o fundo do desfiladeiro e víamos o rio, que quilómetro após quilómetro, ia engrossando o seu caudal, ora galgando furioso os pedregulhos no seu caminho ora deslisando quase que suavemente para permitir que os homens dele desfrutassem com as suas canoas ou barcos de borracha. Finalmente, Cangas de Onis, primeira capital das Astúrias fundada por Pelágio. Mas o nosso destino era um pouco mais além – Covadonga – mítico lugar onde se travou a célebre batalha contra os mouros e se iniciou a reconquista cristã no século VIII. Chegados, esperava por nós a Gruta de Covadonga, o seu santuário, a escadaria que nos levava ao pequeno lago alimentado pelas fontes que do imenso penhasco brotavam. E era a basílica e a estátua evocativa de Pelágio e todo o espaço circundante – tudo era diferente e novidade. E era hora de nos pormos novamente a caminho. Depois de lanchados, largámos em direção a Gijon, célebre cidade costeira das Astúrias, onde jantámos e pernoitámos.
     
     
    2.º Dia
    Depois do pequeno-almoço no hotel, seguimos para Villaviciosa onde visitámos a Sidraria El Gaitero, uma das maiores das Astúrias. Aí pudemos observar as instalações, desde a chegada das maçãs, até ao armazenamento, passando pelo processo de fabrico. Ficámos a conhecer os vários tipos de sidra, como é fabricada a partir das 300 variedades de maçãs da região e que nem todas servem para o fabrico de sidra.
     
    No final da visita, uma breve degustação desta famosa bebida asturiana. Provada e comprada a sidra, seguimos em direção a Santillana del Mar na Cantábria. 
     
    Depois do almoço, a oportunidade de visitar esta localidade medieval, riquíssima em história, com o seu casario impecavelmente preservado e a fervilhar de turistas. Comprados os tradicionais “recuerdos”, saímos para visitar Altamira. Altamira é dos maiores exemplos da arte pré-histórica, da capacidade criativa e representativa do homem primitivo e que veio revolucionar por completo as conceções até então existente sobre as potencialidades do homem de há 15 000 anos. Através de uma visita ao Museu e à réplica da gruta primitiva, ficámos a saber inúmeros aspetos sobre estas pinturas e da forma como foram executadas. Terminada a visita e novamente na estrada, seguimos em direção a Santander, cidade costeira e capital da Cantábria, tendo o grupo ficado instalado num hotel frente ao mar. Depois do jantar no hotel (e já que o tempo a isso convidava) ainda tivemos a oportunidade de desfrutar de um belo passeio à beira-mar e de observar os inúmeros pescadores que à noite tentavam a sua sorte no areal da praia.
     
    3.º Dia
    Saídos do hotel, rumámos a sul, de regresso a casa, não sem antes, percorrermos a marginal de Santander e observarmos o seu cais de embarque. Algumas centenas de quilómetros nos esperavam. Através das vastas planícies que percorríamos, avistávamos ao longe os Picos ainda cobertos de neve. Esperava-nos a cidade de Leon e a sua bela catedral.
     
    O restaurante local, com a sua excecional decoração, foi um regalo para a vista e como diz o provérbio, “os olhos também comem”, este foi sem dúvida o verdadeiro exemplo da plena satisfação.
     
    Após o almoço e vistas as “redondezas” da catedral, voltámos à estrada rumo a Portugal. Transposta a fronteira de Quintanilha e galgados mais uns quantos quilómetros, chegámos finalmente à nossa terra. Foram 3 dias bem passados e em boa companhia, pois que a maioria dos participantes já são “veteranos” nestas nossas andanças.
    A próxima viagem será para Marrocos. De 18 a 26 de julho iremos calcorrear o sul deste país e visitar as suas cidades mais importantes. O exotismo do norte de África com as suas mil e uma noites espera por nós.

    Mais Atividades

    X Caminhada Noturna

    V TRAIL NOS TRILHOS DO CEIREIRO

    XVI Maratona de BTT

    VI Caminhada de Beselga a Freixinho